Início Brasil Amapá entra no 4º dia de apagão que atinge 89% da população;...

Amapá entra no 4º dia de apagão que atinge 89% da população; postos e supermercados têm filas

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Famílias utilizam luz de velas para garantir iluminação à noite. (Foto: Albenir Sousa/Rede Amazônica)

O Amapá entra nesta sexta-feira (6) no 4º dia de apagão em 13 dos 16 municípios do estado. Quase 90% da população está há 60 horas sem energia elétrica. Mesmo com o início do trabalho de reparo na subestação atingida por um incêndio na noite de terça-feira (3), ainda não houve restabelecimento do serviço.

O gabinete de crise do governo federal lançou três planos para a recuperar o fornecimento de energia ainda na quinta-feira (5), o que não ocorreu até a última atualização desta reportagem.

Postos de combustíveis que usam geradores para obter energia estão com filas enormes desde as primeiras horas da manhã. Na quinta-feira (5), eles foram autorizados a ficarem abertos por 24 horas. Até o momento, não há informações sobre desabastecimento do produto.

As filas também são registradas em supermercados e locais de revenda de água, principalmente na capital Macapá, que concentra 60% da população do estado.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.
Moradores de conjunto habitacional em Macapá em busca de água — Foto: Márcia Serrano/CBN Amazônia

Na quinta-feira (5), a prefeitura decretou estado de calamidade pública em Macapá.

Donos de padarias e supermercados já preveem o prejuízo com alimentos estragados devido a não refrigeração. Além disso, macapaenses vêm ocupando shoppings e aeroporto em busca de energia.

Em alguns bairros da capital – no Centro e Zona Sul – e no município de Santana, na Região Metropolitana, têm energia. Essas regiões são abastecidas pelos mesmos pelos mesmos circuitos de serviços essenciais como hospitais e o sistema de tratamento de água e esgoto. Mesmo assim, os os locais tem oscilação no serviço.

Apagão no Amapá provoca filas em postos de combustível — Foto: John Pacheco/G1

Apagão começou na terça
O apagão foi resultado de um incêndio em uma subestação de energia na capital, na noite de terça-feira (3).

A falha afeta o funcionamento das redes de telefonia fixo, móvel e de internet, que funcionam de maneira limitada. Hospitais passaram a depender de geradores.

por G1