Início Futebol Problema no Estádio Lomanto Júnior gera incerteza sobre o mando de campo...

Problema no Estádio Lomanto Júnior gera incerteza sobre o mando de campo do Bode no Baianão

Por BNews

Faltando menos de 20 dias para o início do Baianão 2018, o Vitória da Conquista pode ficar sem estádio e precisar mandar os jogos para Salvador. Isso porque um buraco no muro do Estádio Municipal Lomanto Júnior, causado pela queda de uma árvore, pode interditar o local.

Em nota, a prefeitura de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, afirmou que uma equipe já está trabalhando na reparação do muro e que isto não é empecilho para a realização dos jogos.

Ao BNews, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, afirmou que já foi feita a vistoria no estádio e que a prefeitura se posicionou explicou que estava tomando todas as providências, que está se adequando ainda as reformas que foram exigidas.

“Até sexta-feira, sábado, eles falaram que já estariam resolvidos todos os problemas. Inclusive, os laudos técnicos do estádio já chegam amanhã na Federação, então só está dependendo do muro. Na segunda-feira já tem o Estádio Lomando Júnior todo correto para os jogos do Campeonato Baiano”, afirmou Rodrigues.

O presidente explicou que até dia 10 de janeiro todos os problemas do estádio devem ser resolvidos. “Qualquer jogo que não aconteça dentro da cidade do clube mandante é realizado em Salvador, em Pituaçu”.

Fungo no gramado

Mas, incertezas sobre o mando de campo vem rondando o Bode desde novembro, quando foi detectado a presença de um fungo em parte do gramado do estádio. Na época, a Secretaria de Meio Ambiente recorreu ao auxílio de técnicos, professores e estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), que colheram amostras da grama, aplicaram insumos, fizeram pulverizações e identificaram o fungo responsável por ameaçar o gramado do estádio.

A prefeitura providenciou o corte rasteiro da grama, para possibilitar que o gramado absorvesse de forma mais eficiente os insumos que foram aplicados. Em seguida, foi feita a pulverização, com o objetivo de combater o fungo e foi feito a aplicação de nitrato.

O chefe do Gabinete da Prefeitura, Marcos Ferreira, assegurou que o gramado estava “sob controle”, e afirmou que o gramado do Lomantão estaria apto para receber os jogos de futebol.

O presidente da FBF disse que a situação do fungo também já foi resolvido.