FHC diz acreditar que há uma ‘operação’ para barrar Lava Jato

Por Notícias ao Minuto

(Foto: Wilton Junior / Agência Estado)

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) voltou a afirmar, durante evento nessa quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, que “se estivesse no lugar de Michel Temer, anteciparia as eleições”.

O tucano participou de debate com o cineasta Arnaldo Jabor e o jornalista Carlos Sardenberg sobre o Brasil pós-eleição de 2018 e política em geral, promovido por um escritório de arquitetura.

Na ocasião, ele fez questão de destacar que, se Temer não optou pela convocação de eleições, é porque acredita que ainda há condições de governabilidade.

Questionado se acreditava em uma suposta operação para barrar a Lava Jato, o tucano foi enfático: “Você tem dúvida?”. Mas ponderou que, apesar da tentativa, o plano será bem-sucedido.

+ Odebrecht cede dados de contas no exterior que podem implicar políticos

Ao comentar o que chamou de “crise nas formas representativas de democracia”, ele disse acreditar que o próximo presidente do Brasil será “aquele que trouxer um discurso que dê coesão a uma sociedade fragmentada, alguém que tenha um discurso que encarne uma ideia de Brasil”.

Fernando Henrique demonstrou otimismo em relação ao futuro político do País. “Só se muda na tragédia, só se muda na crise”.

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.